Candidatura de Marina Silva: batalha política ou ideológica?


marinaRodaViva2web

A Agência Soma noticia que “numa entrevista para um dos mais importantes programas da televisão brasileira, o Roda Viva, da TV Cultura, nesta segunda-feira, 21/9, a senadora e ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, teve um debate acalorado com os jornalistas sobre temas relacionados à sua espiritualidade evangélica. Debateu ensino de criacionismo nas escolas, aborto, conquista do voto “evangélico”, descriminalização da maconha e células-tronco”.
   
Relata ainda, que, ““Obscurantista” foi um dos termos usados para definir o conjunto de posições defendidas pela possível candidata à Presidência pelo Partido Verde (PV), num debate que esquentou em diversos momentos, com manifestações de irritação tanto por parte da entrevistada quanto de alguns entrevistadores. “O Estado é laico”, pregou uma jornalista. Marina concordou plenamente, mas acrescentou que ser laico não impede que pessoas de qualquer confissão de fé possam liderá-lo”.
   
Como se percebe, Marina Silva terá um duro e longo caminho até a disputa oficial das eleições presidenciais de 2010. Em todos os programas e entrevistas que participa, invariavelmente ela é chamada a responder sobre aborto, transgênicos, células tronco, descriminalização do uso da maconha e, é claro, sobre o ensino do criacionismo nas escolas públicas. Evidentemente, tudo isso ocorre em razão de Marina ser tachada de conservadora ou, como afirmam alguns, de obscurantista, tendo em conta suas posições firmes sobre temas polêmicos.

Observa-se, sem devaneios, que antes de ter uma batalha político-eleitoral pela frente, Marina Silva terá de enfrentar antes de tudo uma guerra ideológica. Em outras palavras: antes de apresentar sua proposta de governo, será obrigada a demonstrar que os elementos de sua forma de ver o mundo não levarão o país a um retrocesso. Isto é, para a mídia, o ônus da prova é dela, e não dos liberais.

Por um lado, isso é bom. Afinal, coloca em evidência e em discussão temas importantes até então analisados somente por um prisma. Por outro, comprova a falta de lógica da pós-modernidade, em que os conservadores, e não os liberais, são aqueles que precisam provar por A mais B que não provocarão danos para a sociedade em razão de sua idéias.

Nesse contexto surge a indagação: será que Marina levará adiante essa imagem de conservadora?

Essa parece ser uma zona cinzenta para a candidata (ou não?). Em matéria recente, o Estadão noticiou que num sinal de que vai trabalhar para se desvencilhar da imagem conservadora nas eleições de 2010, a senadora Marina Silva (PV-AC) negou na segunda-feira, 21, que tenha defendido publicamente o criacionismo, propôs a realização de um plebiscito sobre a descriminalização do aborto e afirmou que nunca teve uma posição radicalmente contrária aos transgênicos. Evangélica, Marina é missionária da Assembleia de Deus e acumula em seu currículo batalhas como o combate à Lei de Biossegurança, que regulamentou o uso de transgênicos, e pesquisas com células-tronco no Brasil“.

De antemão, estou com Silas Daniel ao afirmar que a candidatura de Marina Silva é uma das grandes notícias positivas das eleições de 2010 porque, ainda que ela não ganhe, sua presença, além de elevar o nível dos debates presidenciais do próximo pleito, desestabiliza ainda mais a candidatura Dilma Rousseff. De igual modo, admiro muito a postura de Marina de ser totalmente avessa a qualquer espécie de “messianismo” em torno do seu nome. E também, como Silas Daniel, posso ainda hoje não concordar com todos os posicionamentos da irmã Marina, mas, no geral, ela parece estar mais madura e equilibrada em relação a algumas posições outrora radicais que parecia assumir, o que nos traz alegria. De sorte que vejo-a “anos luz” à frente da maioria dos possíveis candidatos do ano que vem à presidência da República.

De outra banda, é preciso ponderar acerca de até que ponto irá a candidata para mudar a visão que a mídia tem dela. É preciso fugir do radicalismo, não há dúvidas, entretanto, é preciso muito cuidado também para não amoldar o discurso ao interesse da maioria de forma que se caia na vala comum. Não me parece ser essa a intenção de Marina, mas, sempre é bom deixar isso anotado, para que não tenhamos uma nova “garotinha evangélica”, se é que me entendem.

www.comoviveremos.com

22 comentários

  1. Querido Valmir,
    Assisti na segunda-feira o debate com a senadora acreana e também me chamou a atenção a relação entre posições de orientação religiosa (evangélica?) e o conceito de obscurantismo (preconceito?).
    Compartilho de algumas observações feita no seu texto: a príncípio a candidatura Marina tem a acrescertar valor na corrida de 2010 e otrço para que a nação brasileira ganhe com isso.
    Quanto ao fato de ela ter posicionamentos evangelicamente engajados (seria este o termo?) penso que se não nos voltarmos a vala comum (você usa esta expressão!) temos todos muito a crescer como evangélicos brasileiros e cidadãos políticos nesta pátria.
    Publiquei em nosso blog logo na terça-feira uma pequena nota que tem como mote o Obscurantismo na Roda Viva – http://ibsolnascente.blogspot.com -. Por favor, se posível, enriqueça-a com seus comentáros.
    Um abraço

  2. Importante!

    Seguidores da lei de cristo como governantes dessa nação!

    Temas como: Ecologia, ética na tecnologia, globalização, pluralismo e relativismo. Todos que buscam hoje uma análise social e cultural crítica consistente, justa e inteligente, do ponto de vista evangélico. conservador ou não mas que seja para o bem da humanidade e por um Brasil melhor!

  3. Jabes,

    Obrigado pela visita e pelo comentário.

    Acredito muito no potencial e na boa-fé (em ambos os sentidos) da Marina Silva. Além de ter capacidade, ela também tem uma visão de mundo pertinente e que pode promover alguma transformação nesse nosso país das bananas.

    Como afirmei, o que me preocupa é a possibilidade de uma mudança de discurso simplesmente para agradar um número de pessoas.

    Sinceramente estou torcendo para que isso não aconteça.

    Visitei seu blog, parabéns!

    Valmir

  4. A Senadora do Acre inriquecerá o debate Polítco de 2010, porque ela tirou, o plebiscito que o Lula queria em PT x PSDB, com a sustentabilidade, que é uma visão de cuidar da Economia, junto com a Ecologia. Por ser do PV, gostei dessa idéia. Mas sou Evangélico, e não quero ver os Pastores devendendo-a num púlpito das Igrejas, porque lá é pra pregar A Palavra de Deus. Temos pessoas separadas da Igreja para representar a Comunidade Cristã na Política. Mesmo sendo do partido que eu pertenço, até por que como ela , sou Assembleiano, e não quero que se misture as coisas, até por que até quando ela não vai se corromper? se não vai, ótimo, mas não vamos misturar uma coisa com a outra.

  5. Gostei muito das respostas que a Senadora deu aos seus entrevistadores no programa Roda Viva. Mas já deu para perceber que virá uma forte onda contestatória do pensamento cristão defendido pela Marina, por parte de parcela da sociedade (pós e ainticristã). Também penso que é plausível o receio de que ela possa aderir a um discurso “conciliador” em detrimento das bases cristãs. Mas é o momento de apoia-la, mas de modo que não se confunda a política com o púlpito, como bem disse o irmão acima.

  6. BRASIL PODERÁ TER SUA PRIMEIRA PRESIDENTE EVANGÉLICA?
    Mais engano à vista!

    Auto lá! EVANGÉLICA VÍRGULA! Tem algo muito podre nesta história e faz-se necessário esclarecer. Definir alguém como evangélico faz-se necessário saber que tipo de evangelho esta pessoa professa uma vez que existem vários sendo pregados por aí como se fossem originais e não são; quais as suas posições e qual o seu comprometimento com a fé que professa. No caso da Ex-Ministra e Senadora é evidente que o evangelho por ela defendido passa longe daquele expresso nas Escrituras, afinal um cristão sincero em hipótese alguma se envolveria com as mazelas e com a podridão da política e as suas sujeiras, isto porque todos sabem que o meio político é um lamaçal onde quem entra jamais sai de lá limpo. No caso específico da senhora Marina Silva não tenho qualquer duvida ou receio em afirmar que ela jamais teve qualquer compromisso com o verdadeiro Evangelho de Jesus Cristo, e neste caso é aquela história de uma vela para Deus e outra para o Diabo e estamos quites. Causa-me espécie ler uma reportagem desta natureza onde o título não reflete em absolutamente nada a verdade dos fatos além de tentar passar para a população a idéia mentirosa de que tal pessoa representa o segmento evangélico o não tem qualquer sustentação se fundamentada nos ensinos sagrados. Ela é sim uma militante oriunda de movimentos sociais de base com raízes estabelecidas no catolicismo e que tem a sua trajetória política e social apoiada pela igreja católica iniciada no PCR – Partido Revolucionário Comunista, onde teve fortes laços com o deputado José Genoíno do PT. Marina da Silva começou sua carreira política militando nas CEBs (Comunidades Eclesiais de Base), ligada à Igreja Católica. Tinha o sonho de ser freira, mas ele foi derrubado pela militância política. Na universidade, militou em um grupo semi-clandestino que fazia oposição ao regime militar.

    A questão fundamental é que a Assembléia de Deus por motivos que só ela sabe e pode explicar, se enveredou vergonhosamente pelas fileiras políticas fazendo do Evangelho uma fachada para os seus interesses, seus projetos, para as suas realizações e seus negócios. Partindo deste princípio ela passou a aceitar nas suas fileiras qualquer pessoa, mesmo que esta não tenha tido qualquer experiência pessoal e verdadeira com Cristo; mesmo que esta não expresse nas suas ações e atitudes qualquer compromisso com as Escrituras Sagradas, e foi exatamente isto que aconteceu com a Senadora Marina e outros tantos políticos que encontraram na religião bases para garantirem uma votação segura nas disputas eleitorais, pois a igreja se transformou literalmente num curral eleitoral onde o voto de cabresto é garantido com promessas de favores e de benefícios para o segmento religioso.

    Lamentavelmente o Evangelho, pelas suas características, tornou-se num instrumento preciosos para aqueles que aspiram um lugar ao sol no meio político, assim com as facilidades de se aliar a uma igreja que não fazem qualquer exigência para os seus militantes, os espertinhos encontraram nos terreiros religiosos uma maneira de se beneficiarem da total falta de cuidado de nossas lideranças religiosas no trato com a fé do povo. E viva a corrupção…

    O fato de a senhora Marina Silva fazer parte do rol de membro de uma igreja Assembléia de Deus, seja ela de qual segmento for, não dá a ela o direito de afirmar que é evangélica e muito menos cristã, ela é sim uma pseudo-evangélica que vive de acender uma vela para Deus e outra para o Diabo sem se importar com o zelo e com o cuidado que o verdadeiro cristianismo exige de seus seguidores. Ela como tantos outros encontraram na religião um meio fácil de implementarem seus projetos uma vez que o numero de pessoas que se declaram evangélicas no Brasil cresce vertiginosamente, sem qualquer critério sério que possa fazer uma seleção razoável dos que buscam a religião como razão de sua verdadeira fé.

    Volto a afirmar, o porco quando entra num poço de lama jamais sai de lá limpo e na política não é diferente, lá negociatas, imoralidades, conchavos, jogo sujo, tapinha nas costas, corrupção e todo tipo de sujeira são comuns e praticadas livremente coisas que jamais podem fazer parte da vida de um crente em Jesus Cristo. Aliás, se todo cristão observasse os ensinos de Jesus com certeza absoluta teríamos um mundo melhor e sem o domínio da corrupção, não precisaríamos das desculpas esfarrapadas de pessoas que afirmando serem evangélicas iriam fazer diferença no meio sujo da política.

    Lamento que as nossas lideranças religiosas estejam fazendo festa com tamanha hipocrisia e tamanho despropósito religioso, lamento que não saibamos definir com precisão Bíblica o que de fato representa um cristão. Infelizmente e para nossa vergonha os negócios do mundo estão substituindo os do Reino enganando e fazendo vítimas em tosas as partes. Jesus, o exemplo máximo está sendo trocado por negociatas e por interesses contrários aos seus ensinos. Não resta duvidas de que a senhora Marina Silva é mais uma oportunista nesta aventura de destruir o verdadeiro Evangelho estabelecido sobre os princípios básicos do abandono total das mazelas deste mundo.

    Sugiro aos evangélicos um estudo aprofundado e fundamentado nas escrituras sobre a palavra “ÉTICA”, sobretudo tomando como base os ensinos de Jesus.

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@hotmail.com

  7. Depois do que disse o sr. Carlos Roberto, podemos nos perguntar: Devemos ser totalmente céticos e generalizantes quanto à ausência de ética na política? Seria possível um cristão não se corromper nesse meio (lembremo-nos de José no Egito e de Daniel na Babilônia)? Quanto à Marina, se ela realmente se converteu, Jesus não poderia fazer novas todas as coisas (2Co 5.17) ? O que há de concreto hoje na vida da Senadora que leva alguém a dizer que ela “acende uma vela para o diabo” e que ela é uma oportunista? O fato de ela ter procurado a implantação de Justiça Social no antigo PT e nas CEB’s atribui-lhe necessariamente uma imagem negativa? Penso que, na verdade, não temos muito de concreto para bem avaliarmos a Senadora, mas até aqui ela tem sido corajosa o suficiente para sustentar posicionamentos cristãos. Continuemos, então, atentos. E que a Igreja não sirva de trampolim político para muitos “crentes” sem integridade alguma e que, quando eleitos, vivem dando mau testemunho.

  8. Senhores!
    Estou estupefato com o espírito farisáico dos companheiros que teceram seus comentários a respeito da possível candidata à Presidência da República.
    Fundamentados em que que estão colocando em dúvidas até a auteticidade da fé da nossa ilustre Senadora…
    Não esqueçam o que dissera com muita propriedade o Profeta Daniel. ” é Ele (Deus) quem muda o tempo e as estações, remove reis e estabelece reis”…..Dn 2.21.
    Portanto, se esta for a vontade de Deus, tenho certeza, que a Irmã em Cristo Marina reune todas as condições para reger os destinos do Brasil, com a ajuda de Deus.
    http://reaidadeemdebate.blog-2008.com

  9. MARINA SILVA, uma fresca lufada de ar oxigenando os ares da nossa política. Sustentabilidade já! Para além da suas convicções, MARINA é uma promessa de inteligência e honestidade, extremamente engajada e certamente a única pessoa INCORRUPTíVEL a disputar as eleições. Evangélica, budista, mulçumana, judia, umbandista, católica, agnóstica ou atéia — NÃO INTERESSA, isso é assunto particular dela e não vem ao caso!

  10. Marina Silva / acredito eu que como cristã com certeza não será como os demais pois ainda não conhecem o verdadeiro Deus e dentro dos principios cristãos fará a diferença creio eu, que pena nós proprios evangélicos não apostamos nela.

  11. ATENÇAO?!?!?? A todos comentarista?!?!?!?
    Continua sendo facil CRITICAR.!!! Principalmente , o que precisam tirar o arqueiro do seu proprio olhos.
    Eu creio , que o POVO que é compromissado com a Obra de DEUS, quando ORA, DEUS trabalha.
    Todos voces Votaram no Luiz Inacio LULA da Silva para presidente??
    Voces tem orado para ele ter um encontro pessoal com Jesus Cristo??
    Voces tem orado para que os Poliiticos Cristaos, sejam usados e ousados para entar no Gabinete Presidencial , e falar com autoridade e unção sobre o “plano da Salvação” para o nosso Presidente???
    Amados, resumidamente, medite nesta palavra:
    Nosso amado irmao Ap. Paulo, escreveu a Timoteo: Tema: Ser Cristão pode ser dificil – No vs 1 começa falando; instruindo assim;- “Sabe, porem, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos; vs2 porque haverá homens ( representante da raça humana – a mulher esta inclusa)amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos,vs3 sem afeto natural, irreconciliaveis, caluniadores, incontinentes, crueís, sem amor para com nos bons; vs5 tendo aparencia de piedade, mas negando a eficacia dela. Destes afasta-se. Se a Sra Marina da Silva (Por nao conhecer a vida dela) conhece e obedece a Santa Palavra de DEUS, entao, esta profecia, opode esclarecer as suas intençoes “Toda Escritura dividamente inspirada é proveitosa para ensinar, para redarguir, para correigir, para instruir em JUSTIÇA, vs17 para que o homem(mulher) de DEUS seja perfeito e perfeitamente instruido para toda boa obra. Agora falando de dons espirituais, procurando sobejar neles, para edificação da igreja, mas tambem o dom do socorro , governos…”Portanto, procurai com zelo os melhores dons, e eu vos mostrarei um caminho ainda mais excelente”. Pela fé, o meu sera para ela – Sra Marina.

  12. A Marina Silva tem sido uma grande líder no cenário político . Exerceu com respeito ao povo e total transparência o cargo de ministra do Meio Ambiente, nem preciso comentar muito sobre isso pois são de todos conhecidos seus feitos e postura.
    Ela tem meu voto, aonde passo faço propaganda gratuita do nome dela.
    Acredito que ela deveria ter sido escolhida pelo PT para representar a continuidade do governo Lula, e não essa tal de Dilma que me deixa um forte impressão de ser duas caras .

  13. Bom primeiramente no caso da exministra temos que analisar, o porquê ela saiu do PT e foi para o PV, o jogo político e partidário, é sabido que o PV e partido de aluguel do PSDB e neste caso a única finalidade chamada e a ida da exministra para o pv e tentar pulverizar os votos da Ministra Dilma.
    A questão de ela ser evangélica ou não, nos como cristãos não deveríamos levar em conta e sim seu preparo par governar, afinal, quantos são os cristãos que estão na política e são acusados e corupção, vejam, o caso dos vereadores de São Paulo, o Sr. Carlos Apolinário, e outros estão com o nome lá.

  14. Marina Silva pode até não merecer a pecha de “obscurantista” por suas posições no campo ético e religioso…
    Mas certamente a merece por seu radicalismo ambiental.
    Ela é uma das principais responsáveis por vender a imagem satanizada dos produtores rurais como “vilões” do ambientalismo.
    Ela e o celerado do Carlos Minc lideram um batalhão de fanáticos que, se pudessem, queimavam todas as lavouras de soja e extensões de pecuária do Brasil, justamente elas as principais responsáveis pelos êxitos da nossa economia.
    Ao passo, apóia as invasões e esbulhos possessórios praticados pelo MST, levando violência a todas as propriedades rurais do Brasil, especialmente no Rio Grande do Sul.
    Por tudo isso, já lancei uma campanha na Internet, e em 2010 farei circular adesivos: “Sou evangélico, mas NÃO VOTO Marina Silva”>

  15. Ao lermos a biografia e trajetória política (no Wikipédia) da Presidenciável Marina Silva, vemos nessa possibilidade uma esperança de mudanças concretas, pois suas decisões são firmes com objetivos claros.
    Quanto ao comentário do Pr Cláudio Moreira, foi de uma infelicidade a toda prova, pois o slogan por ele criado, não condiz com os bons princípios cristão, a divisão jamais deve ser lema de quem professa ser uma Nova Criatura na pessoa Bendita do Nosso Amado SALVADOR. Devemos sim, ajudar principalmente aos domésticos na fé. Outra coisa que deve ser prioridade em nossas vidas, e isso é algo que somente o farão os que estiverem quase na estatura de varão perfeito, conforme o versículo a seguir: “ Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus; MT 5 44” .
    A oração move o coração de Deus, se vemos uma falha em alguém nada melhor orar para que Deus venha fazer uma obra no coração dessa pessoa, o maior exemplo vemos na passagem da mulher pega em seu ato de adultério; quem não erra, quem não falha, mas Deus nos escolheu não para dividir, não para espalhar, mas através dos seus atos criar no coração de cada um, a semente maior e mais importante do que toda semente que possa existir na terra; essa semente se chama: AMOR.

  16. Ao irmão Benedito:

    Se tudo o que você conhece a respeito da trajetória política de Marina Silva partiu do Wikipedia, lamento por você. Ali só tem o que é conveniente, meu amigo.

    Para conhecer, de fato, a trajetória de uma figura pública, seja ele um político ou até mesmo um pastor, é preciso ir além do que ele mesmo diz, buscar em todas as fontes e fazer seu próprio julgamento.

    Em primeiro lugar, criticar minha posição política por ser “contrária” aos princípios cristãos, mostra que talvez você precise reler a Bíblia, especialmente os profetas, que não poupavam críticas ferozes até mesmo aos reis, para defender a Justiça.

    Mais um detalhe: dizer que Marina Silva é “doméstica da fé” é, antes de tudo, uma fraude. Apesar de pertencer à Assembléia de Deus, os valores político-ideológicos da ex-ministra ainda estão presos aos conceitos da Teologia da Libertação (católica), uma releitura dos Evangelhos a partir da crítica Marxista!

    Se acha que usei expressões muito duras, acostume-se ao fato de q

  17. ELEIÇÕES 2010
    SUCUPIRA VEM AÍ, E OS ODORICOS TAMBÉM…

    Em 2010 os brasileiros irão às urnas para escolherem os políticos que irão ocupar os cargos públicos escolhidos através do voto. São milhares de vagas em disputa entre Governadores, Deputados e Senadores, e a briga promete ser acirrada, afinal todo mundo está de olho na oportunidade de encanar a perna e engordar a conta bancária com um lugarzinho na vida publica. Tá todo mundo de olho na “TETA” para garantir o leite da vaca “POLÍTICA”. Poucos se preocupam com a sua linhagem e mal sabem que sua avó materna é a “PROPINA” e o avô materno o “SUBORNO”, a mãe é a “CORRUPÇÃO” e o seu pai o “NEGÓCIOS ILICITOS”, e que ambos são da linhagem genéticas da “IMORALIDADE”. Também não se preocupam com o local onde irão morar se eleitos, na ”PODRIDÃO” e na “SUJEIRA”; Que se alimentarão do “ESCÂNDALO”, do “NEPOTISMO” e da “IMPUNIDADE”. A única coisa que os atrai são os “LEILÕES DAS NEGOCIATAS”, que como todos sabem, domina o mercado além de serem lucrativos e rentáveis.

    Há alguns anos atrás a televisão mostrou um dos maiores sucessos de audiência, uma telenovela que retratava com fidelidade os acontecimentos no meio político. “O BEM AMADO” era um humorístico sustentado na história de ODORICO PARAGUAÇU, um Prefeito prá lã de corrupto, homem que fazia qualquer negócio para se sustentar e manter-se no cargo de uma cidade chamada de SUCUPIRA. O objetivo único e prioritário em sua administração era a inauguração do cemitério local. De um lado, é bajulado pelo secretário gago, Dirceu Borboleta, profundo conhecedor das mariposas; e conta com o apoio incondicional das irmãs Cajazeiras, suas correligionárias e defensoras fervorosas: Dorotéia, Dulcinéia e Judicéia. O titulo de “CORRUPTO” não lhe caia bem, ele estava mil anos á frente daquilo que se pode denominar jogo sujo, era populista e maquiavelicamente o prefeito armava tramas para que alguém morresse para inaugurar o cemitério, sendo sempre mal sucedido.

    Com a aproximação das eleições é impossível não lembrarmos desta telenovela, basta uma voltinha pelas ruas e nos deparamos com pessoas com discursos oportunistas que superam em muito aqueles feito pelo famoso ODORICO PARAGUAÇU. São caçadores de cargos públicos que não medem esforços para antecipadamente, com uma verborréia planejada, tentarem iludir a boa fé do povo tentando conquistar o voto dos menos avisados. Até ai tudo bem, afinal política tem as suas baixarias o que não é nenhuma surpresa, mas o que me chama a atenção é o numero cada vez maior de PSEUDO-EVANGÉLICOS que estão em nossas igrejas – leia-se SUCUPIRAS – todos concorrendo ao cargo de ODORICO PARAGUAÇU. A coisa fica mais suja ainda quando para piorar encontramos uma quantidade de Pastores(?) e evangélicos que advogam a causa de que receberam um CHAMADO ESPECIAL DE DEUS para a Governança, Senadança ou Deputança. É uma coisa absurda e imoral, algo que merece um estudo e uma atenção mais aprofundada de toda a sociedade evangélica espalhada por este Brasil. Alguns possuem a cara-de-pau de afirmar que o Todo-Poderoso os convocou a uma missão especial, um ministério especifico na fileiras da vida pública. Afirmam, sem medo de errar, que somente eles conseguirão viabilizar o projeto Divino a eles confiado. Ora, os discursos protagonizados por ODORICO eram caracterizados pela quantidade absurda de promessas, onde o famoso Prefeito, com intuito de impressionar os moradores de Sucupira, abusava na invenção de frases e palavras. Pois é, os nossos políticos evangélicos conseguem superar o Coronel, isto porque, seus discursos estão repletos de chavões e de frases prontas, onde o que importa afinal é a institucionalização e a consolidação do gueto, principalmente o religioso. Em nome de Deus os irmãozinhos prometem mundos e fundos, inclusive a moralização da política! Com certeza vão deixar a vida publica e se transformarão em “MÁGICOS”…

    O grande problema é que as nossas igrejas – SUCUPIRAS – estão se transformando em currais eleitorais onde o “VOTO CABRESTO” é praticado livremente, o alvo são os “IRMÃOS” de fé que são conquistados com tapinhas nas costas e apertos fervorosos de mão em todas as reuniões. O NEPOTISMO RELIGIOSO é o argumento mais empregado como poder de convencimento, as promessas de TRABALHAR PELOS EVANGÉLICOS não podem ficar de fora e servem como moeda de troca entre os postulantes dos cargos na vida publica.

    Não creio e não encontro nas Escrituras qualquer texto que possa fortalecer ou sustentar este expediente imoral adotado por oportunistas, que aproveitando a popularidade dos evangélicos, popularidade esta conseguida com uma relação promiscua com os prazeres do mundo, lançam suas candidaturas invocando o já manjado e vergonhoso ditado: “IRMÃO VOTA EM IRMÃO”. Lamentavelmente é assim que os crentes estão vivendo, com oportunistas infiltrados nas comunidades religiosas com um propósito único, arranjarem um lugar ao sol vida publica. O VANDALISMO RELIGIOSO interesseiro me impressiona e me causa um mal estar incomum! É impressionante ver eles, os candidatos a “ODORICOS”, astutos e ardilosos nos seus argumentos com uma audácia que ultrapassa a imaginação de qualquer pessoa de bem, com uma sagacidade feroz na busca da realização de seus sonhos. É impressionante e ai não pode faltar neste jogo sujo de interesses a famosa “MÁSCARA”, pois é com ela que eles conseguem se transformar diante de qualquer ameaça ou situação duvidosa. A verdade absoluta é que a religião, via igreja, transformou-se na maior porta para que pessoas sem escrúpulos, sem qualquer compromisso real com Cristo, sem qualquer sentimento de valorização da sociedade e sem uma vida espiritual convincente possam levar adiante as suas aventuras políticas, pois elas sabem que voto de irmão é voto garantido. Sabem que com uma boa conversa, e com um discurso decorado fica fácil vencer as resistências e conquistar os rebeldes. Afinal, somos todos irmãos… Grande balela! Puro engodo!

    2010 está as portas e quero que você reflita sobre a possibilidade de que se seu voto não for dado com coerência e com compromisso, ele possa estar ajudando a colocar na vida publica os “ODORICOS PARAGUAÇUS” evangélicos. Não sou PROFETA, mas acredito que Deus está dizendo para tomarmos muito cuidado com o CARROSSEL EVANGÉLICO. Ele está dizendo que as atividades não estão levando a igreja ao mundo, pelo contrário, está permitindo que ele se instale sem nenhuma oposição no interior delas. Não seja uma Cajaseira, não dê apoio incondicional a ninguém; Não se deixe seduzir pelo “Licor de Jenipapo” oferecido pelos ODORICOS, também não seja um Dirceu Borboleta, não bajule nenhum candidato, afinal seu “VOTO É UMA ARMA E SE VOCÊ NÃO SOUBER USÁ-LO A VÍTIMA SERÁ VOCÊ”! Digo isto com grande pesar, mas nós evangélicos, temos freqüentemente, nos tornado parte deste mal que assola a nação Brasileira. Infelizmente os crentes ainda não conseguiram perceber que os olhos não podem estar voltados para BAIXO e para CIMA ao mesmo tempo.

    Carlos Roberto Marins de Souza
    crms2casa@hotmail.com

  18. Olá!

    Olá EDITOR! Pelo menos um assunto em que concordamos plenamente: A CANDIDATURA DA MARINA SILVA é a melhor coisa que aconteceu na política brasileira desde a eleição de Lula!

    Veja só, já temos uma posição política em comum! Isso é ou não é mesmo um MILAGRE?

    Abraço!

  19. Olá!

    NÃO SOU EVANGÉLICO E VOTO MARINA SILVA. Acho que é a única candidata séria, honesta, e tem uma ÉTICA bem vedada contra a CORRUPÇÃO.

    Cansei de um partido vermelho, desta vez eu vou ficar com o partido verde.

    Abraço!

  20. Olá!

    Alguém aí viu o vídeo de candidatura dela ontem no JN? Fantástica!!!

    Abraço a todos! PV! MARINA SILVA PRESIDENTE!

  21. CRIANÇAS E SUAS TRAQUINAGENS

    “Mas os que querem ser ricos caem em tentação, e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína” – I Timóteo 6:9.

    Todos nós sabemos que as crianças gostam de travessuras e de fazer as coisas erradas, daí entendermos porque o “Antony” e a “Rosinha”, apelidos bem sugestivos para os crentinos, Anthony William Matheus de Oliveira, Rosângela Garotinho Barros Assed Matheus de Oliveira cometerem fraudes em valores de tão pouca expressão, R$ 410 milhões. É provável que pela pouca idade eles não soubessem o que estavam fazendo, afinal crianças são crianças… Eu fico me perguntando como fica o Pastor da igreja destas crianças ao ter que explicar do púlpito as molecagens de seus lindos garotos, como explicar que foi apenas uma brincadeira e que o dinheiro foi usado para comparem balas, pirulitos e picolés? Em Brasília os irmãozinhos compraram panetone!!!

    Na minha ignorância eu me pergunto: Porque os crentinos mundernos precisam usar de apelidos para militarem no meio político? Será que não gostaram dos nomes escolhidos por seus genitores? Será que o nome escolhido não foi abençoado por Deus? Percebo que os nossos políticos, evangélicos em especial, fizeram uma aliança e construíram uma sociedade com o famoso personagem Judas Iscariotes. Irmãozinhos espertos, juram de pé junto que não são corruptos e que não fraudam ninguém, tudo não passa de meras doações de aliados políticos. Eles optaram por investirem no ABN – Banco Real do que aplicarem os seus recursos no Banco Celestial. É que no primeiro aceita-se propina como depósito, já no segundo só se deposita coisas legais…

    Gostaria de fazer uma pergunta intrigante: Qual a diferença dos políticos “TRADICIONAIS” para os políticos “EVANGÉLICOS”? Ora, até onde consigo enxergar, nenhuma! Os políticos “EVANGÉLICOS” são tão ou mais corruptos que os demais. Segundo a teoria de política geral, eles, políticos evangélicos ou não, deveriam ser os representantes do povo, mas o que se sabe é que as suas metas são bem diferentes. A bancada dita “EVANGÉLICA” na Câmara dos Deputados apenas defendem interesses próprios e de suas denominações, ou seja, apenas querem ficar mais ricos. Muitos gabinetes estão repletos de irmãos de fé, num nepotismo religioso imoral e sem vergonha, tudo na base da troca. Afinal, é dando que se recebe, dizem os políticos evangélicos.

    Nossos nobres deputados evangélicos foram vencidos pela corrupção, pela cobiça, pela luxuria e pela vida fácil que um alto salário pode proporcionar. As principais Emprejas S/A que controlam a mídia como a IURD e sua Rede Record, a Igreja Internacional da Graça com sua RIT TV e a Igreja Mundial do Poder de DEUS, que fica 22 horas no ar com sua programação irritante e grosseira, nem se quer falam algo sobre as maracutaias dos evangélicos. O motivo é simples, nenhuma dessas Emprejas S/A poderosas está disposta a perder suas barganhas políticas e a concessão de transmissão da sua grade de programação, que em nada se difere da mídia globalista, pois elas apresentam as mesmas notícias fabricadas e tendenciosas. Pior, pregam um evangelho conivente e não convincente.

    Mais, um ano eleitoral e a velha dúvida volta a rondar a cabeça do povo de Deus: A Igreja deve se envolver com política? Há pessoas que argumentam que o meio político é tão corrompido que não conseguem ver como alguém pode ser cristão e político ao mesmo tempo. Porém, isso é confundir política com politicagem. Política é a arte de governar e tem por filosofia a conduta ideal do Estado. Politicagem, são as artimanhas mesquinhas e inescrupulosas de quem detêm algum poder político para se favorecer ou ao seu partido, sempre resultando em prejuízo para o povo.

    A Igreja deve se envolver com política, mas não com politicagem. Não existe área da sociedade humana em que o Evangelho não possa ser vivido, se assim não acontece não é culpa do Evangelho, mas do cristão, que em determinado meio não correspondeu à altura da mensagem cristã. Jesus diz que somos sal da terra e luz do mundo, portanto, devemos como Igreja, alcançar todas as áreas da sociedade, inclusive a Política sem, no entanto, nos associarmos a uma agremiação, seja de esquerda ou de direita. Entendo que a política, quando praticada sob princípios cristãos, pode ser uma benção e não uma praga para nossa nação. Para isto, basta que saibamos votar, mas acima de tudo, que saibamos cobrar dos que elegemos, os resultados de seus mandatos.

    O povo brasileiro automaticamente desconfia de todos os políticos, se o tal é evangélico a coisa fica ainda mais séria, prevalece a inversão do princípio jurídico de que “todo homem é inocente até que se prove o contrário”, concluindo que todo político é corrupto até que se prove o contrário.

    Como foi dito acima, temos que ser SAL e LUZ, não do MUNDO GOSPEL, mas do MUNDO PERDIDO. É hora da Igreja se levantar e influenciar a política, não se aliando a ela, mas mostrando, com ações e atitudes, que sabemos fazer a diferença seja onde for. O fato de haver muitos corruptos na política não deve intimidar a Igreja, pelo contrário, deve estimulá-la a desafiar a corrupção denunciando qualquer sinal de exploração do cargo publico exercido por quem quer que seja.

    Hoje temos um privilégio que os cristãos da época Novo Testamento não tiveram, na época deles, como eles podiam influenciar o Governo? Praticamente só orando. Não havia democracia, e sim a MONARQUIA IMPERIAL ROMANA. Hoje, além de orarmos, o que é fundamental, podemos criticar e cobrar de nossos governantes, podemos denunciar e até movermos processos contra os corruptos. Podemos impedir que sejam aprovados projetos iníquos contra a sociedade, podemos levantar a voz a favor do povo, podemos abrir mais portas para a assistência social. E a separação entre a Igreja e o Estado? O Estado deve ser separado da igreja, no sentido de não ter uma religião oficial e proibir outras, mas isso não impede que Estado e Igreja sejam parceiros, desde que seja com transparência e honestidade, observando os princípios legais.

    Se você é cristão e não gosta de política, não tem problema, com certeza você gosta da expansão do Reino de Deus, e é por isso que política passa a ser um assunto que te diz respeito e, do qual você, como cristão, não pode se omitir. A Igreja precisa executar um que busque moralizar a política, para isto, o primeiro passo é não admitir que seus membros se filiem a qualquer partido político. Podemos influenciar na política, mas para isto não precisamos nos lambuzar no lamaçal e nos porões da podridão da vida publica. Como crentes, devemos estar comprometidos com Deus e não com partidos políticos. É um desafio e tanto, mas a Bíblia diz que: “Em Deus faremos proezas, porque Ele é que pisará os nossos inimigos” – Salmo 60.12. O grande problema é acreditar nessa afirmativa.

    Hoje, há um leilão frenético e quem pagar mais vai levar o apoio de alguns figurões da igreja brasileira, o que certamente custará milhões de dólares devidamente pagos no oculto e no escondido, tudo com dinheiro sujo que vão diretamente para os bolsos destes homens para financiar programas de rádio, de televisão e projetos pessoais, quando não, para enriquecimento mesmo.

    Pena que seja assim, e dá saudades dos tempos em que os verdadeiros homens de Deus entravam no ministério para pregar a Palavra e terminavam as suas vidas mais pobres do que haviam entrado. Hoje, muitos destes velhacos querem ser ministros evangélicos e ter influência para poder conseguir mais dinheiro dos seus corruptores às custas de gente simples que vai incitada a votar nos candidatos que devidamente pagarem aos seus líderes. Pregam abertamente que “irmão vota em irmão” e ponto final.

    Será que não está na hora de a igreja brasileira ser passada a limpo e vermos quem é quem de verdade? Será que não é o momento de darmos um basta nesta imoralidade que se instalou no meio cristão?

    Carlos Roberto Martins de Souza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s