O crescimento dos evangélicos no Brasil


  Marcos Antonio
 

Por Valmir Nascimento Milomem

Nos últimos dias uma quantidade considerável de publicações acerca do crescimento dos evangélicos no Brasil vem ganhando espaço na mídia secular. Recentemente, por exemplo, o pastor César Moisés fez comentário sobre uma série de reportagens com o tema “Fé sob medida”, que foi ao ar no telejornal do STB. Nessa semana, discutimos no nosso programa de debates a matéria “Fé e lucro levam igreja a crescer a 1%” do jornal Folha do Estado(Mato Grosso).

 

 Nesse foco, a revista Época (edição do dia 25/05/2009), na matéria que tem como título a pergunta “Metade do Brasil será evangélica?”, registra que o crescimento da religião pode dar uma nova cara ao país; isso em razão das estatísticas do Serviço de Evangelização para a América Latina (SEPAL), de que a metade dos brasileiros será evangélica em 2020. Segundo a matéria, a partir do crescimento numérico, outro fenômeno parece se delinear no horizonte: o aumento da influência desses fiéis em todas as esferas da vida brasileira.

 

 

Os estudiosos consultados pela revista dão como certo que o aumento da população evangélica levará à diminuição no consumo de álcool (todas as denominações protestantes pregam contra ele) e prevêem que a escolaridade aumente, já que crianças protestantes são incentivadas a ler a Bíblia. No que se refere à violência, porém, as mudanças podem não ocorrer.

 

 

Estamos diante de uma questão que envolve a cosmovisão cristã. Será que uma nação com maioria evangélica seria necessariamente uma nação melhor ou, como diria Colson, uma sociedade boa? Depende. Essa é a resposta. Resposta estranha, é claro, já que, naturalmente, a cosmovisão cristã aponta que a sociedade ideal seria aquela norteada pelos princípios morais dados por Deus. Não foi por acaso essa a tônica de “Cidade de Deus” de Agostinho, e uma das principais idéias defendidas por Francis Schaeffer? Não foram os cristãos chamados para redimir uma cultura?

 

 

 Sim, de fato, e por isso mesmo a resposta é depende.

 

 

 Depende se esse crescimento dos “evangélicos” será simplesmente numérico ou também qualitativo. Depende se os “evangélicos” resistirão ou não aos apelos do relativismo moral e do pluralismo ideológico da pós-modernidade. Depende se os “evangélicos” manterão a identidade. Depende se os “evangélicos” utilizarão a fé somente nos finais de semana ou também em todos os aspectos da sociedade. Depende se os “evangélicos” professarão a fé por questão de convicção ou de conveniência. Depende…Depende…

 

Em outras palavras, o crescimento numérico dos evangélicos provocará mudanças positivas dentro da sociedade somente se realmente for adotado uma postura de vida essencialmente alicerçada nos princípios imutáveis da Bíblia. Como disse Schaeffer: “Enquanto cristãos, não basta só conhecer a cosmovisão correta, a cosmovisão que nos diz a verdade sobre o que existe, mas também agir conscientemente de acordo com aquela visão de modo a influenciar a sociedade o máximo que pudermos em toda as suas áreas e aspectos e por toda a nossa vida, na total extensão dos nossos dons individuais e coletivos”. [1]

É por isso que não me ufano ao ler essa notícia. Fico contente, é claro. Mas fico a ponderar sobre esse “fenômeno gospel”, para não cair no erro de confundir o joio com o trigo.

 

O que é necessário para criar-se uma sociedade boa? Charles Colson e Nancy Pearcey respondem: “Um forte sentimento de certo e errado e uma determinação para colocar adequadamente em ordem a vida de alguém. Não por causa do sombrio senso de dever, mas porque isso se ajusta à nossa natureza criada e nos faz felizes e mais realizados. Quando homens e mulheres agem de acordo com a sua verdadeira natureza, sentem uma sensação de harmonia, satisfação e alegria. Isso é felicidade, o fruto da virtude”.[2]
  
 
Notas
  
1 – Como Viveremos, p. 194
 2 – E Agora, Como Viveremos? P. 449.

13 comentários

  1. Paz do Senhor meu irmão,

    Também alegro-me com a notícia; que cristão não deseja que seu país seja composto de um grande número de pessoas que servem a Deus?
    Mas o “depende” é realmente relevante, tão relevante que não coloca os números na posição de prioridades , mas sim a qualidade , que deve ser a prioridade.
    Lembrando do início da igreja vemos como a qualidade era predominantemente mais excelente que a quantidade, eram poucos os cristãos no início da igreja primitiva, no entanto faziam a diferença, serviam a Deus por amor. Já dois séculos mais tarde, quando constantino oficializou o cristianismo como religião do reino, podemos verificar a decadência do cristianismo, que deixou de ser buscado por causa de seus princípios, valores e busca no relacionamenteo com Deus dando lugar à busca de um título que era politicamente beneficador.
    Realmente depende.

    Abraço.

  2. A mudança no Brasil será maior do que a prevista. Se a educação vai aumentar, a família será conservada, os vícios diminuirem, com toda a certeza a violência vai cair. A revista Época não entende esse relacionamento entre os traficantes e os pastores. Jesus é o modelo. Ele sempre esteve junto ao pecador, não concordando o pecado, mas mostrando o caminho e amando o pecador. Glória a Deus!

  3. o crescimento dos evángélicos se dá, devido a uma busca constante em satizfazer as suas necessidades particulares podendo inserirem na sosiedade em todos os segmentos, um deles é claro, a religião. ou seja, o indivíduo procura uma religião não pela admiração a doutrina ou reconhecimento dos costumes, mas para frequentar em todas as sua potencialidades um local onde é permido o divórcio, o homosexualismo, em suma, todos os valores que compuseram o humanidade que conhecemos até hoje. é evidente que o mundo necessita de valores morais, e também é evidente que os valores se renovam, porém a essência não pode ficar pelo caminho. é óbvio que o crescimento dos envangélicos se torna algo conveniente as pessoas mais liberais. a coisa mais fácil que existe hoje é a criação de uma igreja evangélica, um pastor briga com o outro, e boa, nasce mais uma igreja evangélica. fica bem claro nas palvras do grande edir macedo, que sua essência é politica e mercantilista já que virou as costas para sua alma gêmea silas malafaia e investiu rios de dinherio em “pouca vergonha” bordão muito utilizado pelso dois, quando juntos e ainda pobres detonavam a globo.

  4. OUTRA MENTIRA
    AS PESQUISAS ERRAM, E MUITO!!!

    É verdadeira a afirmativa de que os evangélicos crescem no Brasil? Não, não é o número de evangélicos que cresce é sim o numero de pessoas que freqüentam as igrejas por motivos que só elas sabem explicar. Outra coisa é que quantidade de entidades que se denominam como evangélicas também cresce de forma assustadora contribuindo para que os pesquisadores possam ser enganados nos levantamentos que fazem para os seus Institutos de Pesquisa. Posso afirmar, sem medo de errar que das estatísticas, menos da metade tem alguma relação direta e sincera com o cristianismo, o restante são apenas aventureiros ou oportunistas que aproveitam a “ONDA GOSPEL” para pegar uma carona nas fileiras da fé cristã. Isto acontece porque este é um mercado altamente lucrativo e qualquer um, sem compromisso com absolutamente nada, pode desfrutar dos louros e da rentabilidade deste mercado promissor, para tanto basta ser um “ARTISTA” e se infiltrar, principalmente no meio musical religioso, aí é só esperar… Vou citar apenas um entre as centenas que estão ai que se encaixa neste perfil, me perdoem, mas estou sendo sincero e fundamento a minha colocação na Bíblia, Regis Danese. Não passa de um espertalhão que viu no meio cristão uma forma pratica de engordar a sua conta bancária, a religião como VERDADE é apenas um detalhe.

    Uma coisa precisa ficar muito clara, EVANGELHO significa “BOAS NOVAS” e isto implica obrigatoriamente em mudança de vida, de costumes e de práticas incluindo ai a forma de cultuar a Deus. A palavra é oriunda do termo grego “euangelizomai”, na literatura clássica antiga designava a recompensa dada para alguém que entregasse “boas notícias”, como exemplo, a vitória de uma guerra pelo exército do País, o anúncio da vitória era assim designado. O Evangelho é a boa mensagem que Deus, em Jesus Cristo, cumpriu Suas promessas a Israel. Ele conquistou a vitória abrindo caminho da salvação a todos os que crêem em Seu nome.

    Uma pessoa que experimenta a salvação tem a obrigação de viver em novidade de vida, transformada pela ação do Espírito Santo, portanto ela teria que abandonar as velhas práticas do pecado e procurar viver e andar segundo os ensinos de Jesus. Mas, o que vemos hoje é um sem número de pessoas que recorrem as igrejas por várias razões, se intitulam evangélicas, freqüentam e atuam nas comunidades sem no entanto terem uma vida que possa ser exemplo como cristão verdadeiro.

    Tem também os “OPORTUNISTAS” que se colocam como líderes e a cada dia abrem as portas de seus comércios de fé para venderem o cristianismo, na maioria das vezes a preço de banana. Basta uma visitinha a estes pontos de venda e de comércio que qualquer leigo perceberá que há algo errado dentro destas entidades, lá não se prega o EVNGELHO de Cristo, mas sim ideologias particulares preparadas e montadas pelos líderes com a intenção clara de darem sustentação a seus ensinos, mesmo que estes contrariem frontalmente os ensinos Sagrados. O carrossel evangélico está indo numa velocidade descontrolada, mas creio que a luz amarela já se ascendeu e alguém tem que tomar providências ou seremos esmagados por este veiculo descontrolado. As atividades destas entidades que se denominam “igreja” não estão levando a igreja ao mundo, pelo contrário, está trazendo o mundo para dentro de nossas comunidades religiosas. Liberou geral, o vale tudo tomou conta e tornou-se em regra geral e não há mais diferença entre o mundo e a igreja, entre o “Profano” e o “Sagrado”.

    As estatísticas não conseguem medir o nível espiritual de ninguém, assim, qualquer um que afirme ser evangélico vai ser contabilizado como tal diante das deficiências do sistema em verificar a veracidade ou não da informação passada. Assim, como diz o ditado popular, EVANGÉLICOS e PSEUDO-EVANGÉLICOS passaram a ser “farinha do mesmo saco” já que pouquíssimos estão preparados para identificar as diferenças básicas entre um e outro. Outra coisa é que ser evangélico virou moda e como as pessoas são movidas pelas ondas de mercado, todo mundo quer ser crente, mesmo que tenha comportamento avesso aquilo que ensinam as Escrituras. Neste caso, os números mentem e mentem numa proporção absurda, os evangélicos não crescem, antes, estão inchados nas suas comunidades por doenças que afetam a alma e o coração e que só podem ser tratadas com o exercício de um Evangelho Verdadeiro e sincero, submisso à vontade de Deus.

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@hotmail.com

  5. romeu neto, fica em paz, porque o uma pessoa faz ou deixa de fazer e se é certo ou errado, quem presta conta com DEUS é a pessoa, então é só fazer a sua parte, porque uma pessoa não leva a outra para o céu, mas consegue levar para o inferno, em tão é só ser imitador de CRISTO que a vitória é certa!!!!!!!!!!!!

  6. O engraçado é que os evangélicos não cresciam quando as igrejas pregavam arrependimento, a mensagem da cruz de maneira crua e simples, pastores eram mais humildes e não megalomaniacos com seus ‘ministérios ” imensos e cheios de redes sobre as quais se perde o controle. O evangelho não era tão mistico e misturados com psicoterapia. A mensagem era simplesmente pregada e não se abusava da mídia ,aliás, recurso que se exige muito dinheiro e aí começa o problema…a necessidade de dinheiro exige que se abraçe a maldita teologia da prosperidade e depois disso é só treva. Nesta história existem virtudes e vícios…Vamos ver no que vai dar!

  7. REALMENTE O Nº DE EVANGÉLICOS ESTÁ CRESCENDO MUITO.DEVEMOS TOMAR MUITO CUIDADO, POIS TEM MUITAS PESSOAS QUE QUEREM SE PROMOVER ATRAVÉS DO “SUCESSO” QUE MUITOS ACHAM QUE TÊM. OS ADORADORES DE DEUS DEVEM SIM CANTAR SOMENTE PARA JESUS. GLORIFICAR O SEU NOME E DIZER QUE SÓ O SENHOR JESUS CRISTO SALVA.
    NÃO ESTAMOS AQUI PARA CONCORRER COM OS CATÓLICOS E SIM PARA PREGAR E ANUNCIAR O EVENGELHO DE CRISTO A TODA HUMANIDADE. É DISSO QUE O BRASIL E O MUNDO ESTÁ PRECISANDO.

    SOMENTE JESUS CRISTO SALVA. A EMISSORA TV GLOBO É UMA DE MILHARES QUE NÃO DIVULGA PRATICAMENTE NADA DOS EVANGÉLICOS. VOCÊS SABEM QUE A TV GLOBO FAZ PACTO COM SATANÁS. PROCUREM LER O LIVRO DO DENGUE, QUE TRABALHOU COM A XUXA NA TV GLOBO. DEPOIS VCS ME FALAM SOBRE ISTO. É DE APAVORAR E ARREPIAR. BRASIL VOCÊS PRECISAM SE CONVERTER DE SEUS MAUS CAMINHOS E DIZER QUE SÓ JESUS CRISTO SALVA.

    A CIDADE DE ALÉM PARAÍBA, O BRASIL E O MUNDO PERTENCE AO SENHOR JESUS CRISTO, EU PROFETIZO VITÓRIA EM NOSSAS VIDAS.

  8. Crescimento evangelico??? Se estão se referindo as “igrejas”, que são abertas em garagens, pequenas casas e em outros buracos da vida, muitas delas por politicos que querem criar um rebanho de hereges, para depois votarem neles, devo dizer que o crescimento evangelico não passa de uma piada. São pessoas desviadas por homens que se dizem de Deus, mas que na verdade, não passam de filhos do diabo, levando almas para o inferno. As muitas “igrejas” de garagem, e outras mais que abriram em meu bairro e bairros vizinhos, já fecharam as portas, foi apenas uma aventura, um modismo, que os evangelicos – protestantes – não querem aceitar como verdade. Dizem que cresce o numero de pastores mais do que os de padre. Vejamos uma coisa: um padre leva anos para ser padre, pois precisa estudar muito, para ensinar o evangelho de Cristo, sem erro algum. Já um pastor, é formado em alguns meses apenas, e são sempre pessoas sem cuktura e sem conhecimento biblico. Quando debatem com católicos, na rua, no orkut, nas comunidades, nos bate papos, ou outro lugar da net, sempre correm como o diabo da cruz, por não terem respostas contra as perguntas dos católicos. O maior pavor dos evangelicos, atualmente, é o conhecido documento: DEUS É IDOLATRA? que vem calando os evangelicos e fazendo que eles vejam que somente a Igreja Católica é a verdadeira Igreja que Jesus fundou. O documento se espalha por todo o Brasil e pelo mundo, para desespero das seitas evangelicas. No orkut, tem uma biblioteca – não é comunidade – que tem o documento: DEUS É IDOLATRA? Com texto e fotos, que tem feito muitos evangelicos ficarem mudos, diante de tantas verdades. O endereço do tal orkut é: honduras_honduras@hotmail.com. Para entrar em tal perfil do orkut, basta ter um orkut

  9. oi enoch,cuidado meu amigo, vc está sendo enganado.Jesus não fundou igreja católica coisa nenhuma,isso foi coisa do imperador Romano, e vc acreditou, Jesus deixou a palavra, e mandou que a espalhace pelo mundo, leia a bíblia, que vc vai se libertar das imagems, do culto aos santos,do padre,do papa,da missa, e vai glorificar somente a Deus,eu também fui enganado, rezei,acendi vela,acompanhei cirio de nazaré,não gostava de evangélico,hoje estou com Jesus,e para honrra e glória de seu nome já me batizei,vc também pode se libertar,va em uma igreja evangélica e se ajoelhe aos pés de Jesus,ele vai te libertar dessa magoa que vc tem, e vc vai ser uma benção. já estou te dezejando a paz do Senhor,não sei onde vc mora, se vier a Belém do pará, venha aqui na Assembléia de Deus,(igreja mãe) tem lugar pra vc aqui. abraço e que o Senhor te abençoe poderosamente.

  10. o negocio nao e so crescimento 50% 100% isto e o de menos tem que ter mudança de vida coisa que nao esta tendo as pessoas estao procurando jesus pelo pao e milagres e nao pela salvaçao de suas almas e o mal do ser humano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s